Existe um processo de design aderente a processos industriais?

Estudando Processo de Software e como o ciclo de vida do design de interação pode se adequar aos processos mais comuns, topei com esta bela afirmação:

“Há muitos mal-entendidos que surgem entre os designers e as pessoas em funções de negócios mais tradicionais. O mal-entendido encontra suas raízes nas intenções conflitantes. O design tende a apontar para a mudança e a transformação, enquanto outras áreas de negócio tendem a se concentrar na confiabilidade por meio da reprodução rigorosa dos resultados. Quanto maior a fidelidade e repetição de um processo, menor o risco para o seu negócio. Dado este princípio, não é difícil ver por que os leigos que percebem o design como arbitrário e aleatório, gostariam de mitigar o risco de negócio, reduzindo-o a um processo confiável e totalmente reprodutível.”

Roger Martin, decano da Rotman School of Management at the University of Toronto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s